Targo
Targo

A Targo Consultoria foi fundada em maio de 1999, pelo administrador Carlos Eduardo Oshiro, para atender, inicialmente, o setor de marketing da cervejaria Ambev, o qual havia trabalhado por anos.

Siga-nos
Contato: (92) 3584-4659
Endereço: Rua Pará, 600 (altos) – Vieiralves - Manaus/AM
E-mail: targo@targo.com.br
Siga-nos:
Top
Ansiedade no trabalho: quais são as causas e como controlar?
7014
post-template-default,single,single-post,postid-7014,single-format-standard,mkd-core-1.0,highrise-ver-1.1.1,,mkd-smooth-page-transitions,mkd-ajax,mkd-grid-1300,mkd-blog-installed,mkd-header-standard,mkd-sticky-header-on-scroll-up,mkd-default-mobile-header,mkd-sticky-up-mobile-header,mkd-dropdown-slide-from-bottom,mkd-dark-header,mkd-full-width-wide-menu,mkd-header-standard-in-grid-shadow-disable,mkd-search-dropdown,mkd-side-menu-slide-from-right,wpb-js-composer js-comp-ver-5.2.1,vc_responsive

Blog

Ansiedade no trabalho: quais são as principais causas e como controlar esse problema

O meio corporativo é altamente competitivo e isso vem gerando cada vez mais ansiedade no trabalho por conta da rotina com altas demandas de tarefas e pressão para entregas finais. Questões pessoais também podem contribuir para desenvolver esse tipo de problema.

Hoje em dia, milhares de pessoas em todo o mundo são afetadas pelo transtorno de ansiedade e o estresse no trabalho é um dos agravantes dessa condição.

Por isso vamos abordar este tema, pois é muito importante que você saiba como identificá-lo e como controlá-lo.

O que é ansiedade?

No geral, a ansiedade é algo bem normal. Quem nunca sentiu um nervoso antes de uma reunião importante ou aquele frio no estômago antes de fazer uma conferência? Mas ter o excesso de ansiedade é um problema, pois pode se tornar uma doença.

Quando chega a passar do ponto, a ansiedade afeta a qualidade de vida. Quem sofre com o transtorno de ansiedade sente uma preocupação e medo extremos em situações simples, além de alguns sintomas físicos. Isso acaba atrapalhando atividades cotidianas, já que é difícil de controlar esses sentimentos.

As pessoas ansiosas possuem dificuldade para manter o foco em uma única tarefa e qualquer alteração no ambiente pode tirar a concentração. A memória também é afetada pelo transtorno de ansiedade. Entretanto, os distúrbios de ansiedade podem ser tratados.

Atenção! É importante que você entenda que este conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta médica. Caso você se identifique com algum dos pontos citados, procure a ajuda de um psicólogo.

Você pode se interessar também por:
Inteligência emocional: veja 5 dicas para alcançar o sucesso
5 dicas incríveis para melhorar seu ambiente de trabalho

Principais causas de ansiedade no trabalho?

Os colaboradores que possuem grande quantidade de tarefas acabam tendo medo de não conseguir concluí-las e isso as deixam inseguras, o que contribui para o desenvolvimento da ansiedade no trabalho. Isso ocorre também com os colaboradores que se sentem desvalorizados. Eles desenvolvem uma apreensão continua, se sentem desmotivados e insatisfeitos. Outros fatores que podem provocar ansiedade são:

  • Preocupação excessiva;
  • Excesso de responsabilidade;
  • Prazos curtos e inadequados a serem cumpridos;
  • Metas inalcançáveis a serem batidas;
  • Busca constante por resultados.

Os aspectos causadores de transtorno de ansiedade são um reflexo da falta de bem-estar corporativo. Muitas empresas têm a consciência do quanto a satisfação dos funcionários reflete no desempenho e na produtividade do negócio. No entanto, ainda existe uma grande falta de empatia das organizações com os funcionários que apresentam problemas de saúde mental.

Sintomas de ansiedade no trabalho

Não é muito difícil de identificar quando alguém está com ansiedade no trabalho. Na maioria das vezes esse tipo de situação acaba interferindo na produtividade da pessoa.

Quem sofre de ansiedade, normalmente apresenta comportamentos compulsivos no trabalho, como uma constante atualização dos emails, a pessoa não se concentra em outras coisas, mãos trêmulas, dificuldade de se comunicar em reuniões importantes.

A ansiedade pode atingir tanto psicológica como fisicamente. Veja os principais sintomas:

Sintomas psicológicos da ansiedade

  • Constante tensão ou nervosismo;
  • Sensação de que algo ruim vai acontecer;
  • Medo constante;
  • Preocupação exagerada em comparação com a realidade;
  • Problemas para dormir;
  • Irritabilidade;
  • Agitação dos braços e pernas.

Sintomas físicos da ansiedade

  • Dor ou aperto no peito e aumento das batidas do coração;
  • Respiração ofegante ou falta de ar;
  • Aumento do suor;
  • Tremores nas mãos ou outras partes do corpo;
  • Sensação de fraqueza ou cansaço;
  • Boca seca;
  • Mãos e pés frios ou suados;
  • Náusea;
  • Tensão muscular;
  • Dor de barriga ou diarreia.

Como prevenir e controlar a ansiedade no trabalho?

A ansiedade está ligada ao estilo de vida de cada pessoa, e seus hábitos são os maiores fatores para o desenvolvimento da ansiedade. Gerenciar bem a rotina é um ótimo começo para evitar e controlar crises de ansiedade no trabalho.

Mesmo que existam outras dificuldades, elas não devem tirar o seu foco. Estabelecer prioridades para a rotina de trabalho é primordial.

Tente fazer pausas durante o dia. Trabalhar por longas horas pode afetar sua produtividade e principalmente a sua saúde. Programe pequenas pausas, isso lhe dará mais disposição durante todo o resto do dia.

Determine suas prioridades. É muito complicado ter várias tarefas para realizar sem saber por onde começar e acabar fazendo tudo ao mesmo tempo. o mundo corporativo é quase sempre assim.

Ter uma lista de tudo é preciso fazer com uma ordem de importância é muito interessante. Assim você alivia o seu estresse, aumenta sua produtividade e terá um maior controle sobre o que é realmente importante no seu dia.

Faça atividade física antes ou depois do trabalho. Manter a prática de exercícios é muito importante, pois ajuda do desestresse e prepara o corpo para enfrentar a rotina na empresa.

Gostou deste conteúdo? A ansiedade é um problema de saúde grave, de alta incidência e que traz impactos muito negativos para o ambiente corporativo. Sugerimos que você veja nosso blog post sobre Inteligência Emocional: o que é e por que desenvolvê-la.