Você está visualizando atualmente Pressão no trabalho: 5 técnicas para se tornar resiliente!

Pressão no trabalho: 5 técnicas para se tornar resiliente!

A pressão no trabalho tem sido pra muita gente motivo de estresse, irritação e falhas. Infelizmente, esse é um problema que, independentemente do cargo, todo mundo já sofreu.

Essas situações podem ser diversas e por qualquer motivo, desde bater uma meta ou apresentar um grande projeto. Até mesmo os cargos de liderança passam por isso.

Para todo tipo de situação na qual existe pressão de um dos lados é fundamental que o controle e a calma se sobressaiam. Assim, pode-se ter meios de controlar melhor cada situação.

No entanto, isso não é a coisa mais fácil de lidar e pode acabar prejudicando a vida do profissional como um todo. Para aprender a lidar melhor com esses momentos de pressão, leia o conteúdo abaixo.

Como lidar com a pressão do trabalho sem prejudicar a saúde física e mental?

Lidar com prazos apertados, muita cobrança dos chefes, necessidade de entregar trabalhos, bater metas, fazer reuniões, entre tantas outras coisas podem deixar a vida do profissional bastante agitada.

Esses fatores citados são pontos comuns na vida de todo profissional executivo e por isso acaba sendo preciso que a maior parte dessas pessoas saibam como trabalhar sob pressão.

No entanto, algumas pessoas possuem grande dificuldade quando as cobranças começam a acontecer, fazendo com que acabem prejudicando sua saúde mental.

Mas, saiba que é possível treinar seu cérebro para que ele consiga lidar melhor com esses momentos mais difíceis da vida profissional. Veja como:

1. Identifique os pontos que te dão gatilhos

Saber as coisas que fazem com que você se sinta estressada no trabalho pode acabar te ajudando a se precaver de um problema e pensar em como resolvê-lo.

Ainda que você não possa evitar que uma situação aconteça, estar preparado para lidar com ela é fundamental para não entrar em pânico e atrapalhar sua rotina.

Tirar um tempo para pensar sobre quais eventos ou situações contribuem para que você esteja com a sensação de estar pressionado é vital para que você entenda como lidar com isso.

2. Dê prioridade a sua rotina

A pressão no trabalho muitas vezes ocorre por conta de uma falta de foco que gera sobrecarga e consequentemente, atrapalha na rotina de produtividade.

Diante disso, só há uma coisa a se fazer: dar prioridade para aquilo que demanda prioridade. Muitas vezes projetos desandam por conta da equipe não colocar foco nele.

Assim, o tempo vai passando, os prazos vão encurtando e quando se vê, já não tem mais tempo para fazer tudo em um tempo hábil.

O que ocorre durante a pressa de entregar um trabalho é ter que ouvir as exigências vindo e tentar fazer com que elas não prejudiquem seu desempenho.

Portanto, para evitar esse tipo de situação, principalmente se você está em uma posição de liderança, coloque metas e priorize sua rotina.

Esse tipo de técnica te ajudará a chegar nos seus objetivos e evitar a pressão. Mas caso ela aconteça, saber lidar com ela da melhor forma sabendo que está fazendo o possível com aquela situação.

3. Organize seu tempo

organizatr seu tempo significa procrastinar menos e trabalhar mais para que suas tarefas não se acumulem

O ato de procrastinar sempre atrapalha a rotina de desempenho de uma pessoa. E sabemos que quanto mais se procrastina, mais o trabalho acumula.

O resultado disso é o acúmulo de trabalho e muitas vezes a falta de tempo para concluir. Assim, tendo que passar pela pressão de fazê-lo a qualquer custo junto com as outras coisas que foram acumuladas.

Atender a uma exigência superior muitas vezes faz o profissional gerar gatilhos que prejudicam sua saúde mental, fazendo com que ele possa reagir à pressão com:

  • Irritabilidade;
  • Estresse;
  • Raiva;
  • Esgotamento;
  • Preocupação.

4. Entenda o perfil comportamental de cada pessoa

Todos nós temos um perfil comportamental, e quando sabemos qual é o nosso, e qual é o de cada pessoa da equipe de trabalho, a comunicação melhora de maneira expressiva.

Principalmente se você é líder e precisa cobrar sua equipe, saber o perfil comportamental de cada um é fundamental. Por exemplo:

  • Perfil comunicador: pode lidar bem com a pressão por ser mais dinâmico, criativo e extrovertido. Por outro lado, se dispersam rápido e perdem a atenção. Um certo grau de pressão é fundamental para o trabalho fluir;
  • Executor: são os que melhor lidam com pressão por gostarem de desafios. A pressão pode ser bem-vinda nesses casos;
  • Planejador: mais introvertido e metódico, a pressão pode fazer com que não trabalhem bem;
  • Analista: os analistas são detalhistas e exigentes. Num ambiente de pressão, podem se sabotar por acharem que não estão desempenhando um bom trabalho.

Uma coisa que as organizações e os líderes devem ter em mente é que a cobrança é diferente de pressão. Uma pode afetar o trabalho positivamente enquanto que outra pode prejudicar o rendimento.

Por isso é importante que um líder faça a delegação de tarefas e conduza a equipe de modo que guie a todos numa direção sem que essa cobrança prejudique o desempenho de todos.

5. Cuide da sua saúde emocional 

Pessoas que estão com problemas emocionais, como transtornos de ansiedade, síndrome do pânico, sintomas depressivos, entre outros, podem ter muita dificuldade em lidar com pressão. Qualquer problema ou desafio torna-se enorme, e há uma tendência em culpar a carga de trabalho, a cobrança de prazos, colegas ou superiores.

Primeiramente é importante reconhecer que precisa de ajuda, conversar com quem confia. Seja no trabalho ou fora dele.

Quando identificar dificuldade por tempo prolongado, é importante buscar ajuda profissional para sua saúde mental. Psicólogos, terapeutas, coaches, psiquiatras  podem ajudar em diferentes níveis dependendo do diagnóstico.

Conclusão

Uma das formas mais eficazes de fazer com que a pressão do trabalho não afete tanto a vida pessoal de cada um é saber delegar isso.

O foco é a arma principal para evitar com que os trabalhos atrasem ou que a pressão aplicada por parte dos superiores sucumba.

Comente aqui o que você acha sobre este assunto e compartilhe este conteúdo.

Este post tem um comentário

Deixe um comentário